19 de jan de 2016

Quando o costume fala mais alto que os fatos

Feliz 2016!!!

Eu tenho um monte de post no rascunho, que não tenho conseguido terminar e não planejava iniciar o ano no blog com um post da seção "blogterapia" mas vamos lá.

Passei aquele perrengue todo com a amamentação e por convicção minha e do marido não fizemos complementação. Seria mais fácil deixar de dar o peito e esperar sarar?? Claro!

Mas teríamos um processo doloroso de relactacao. Até porque ele teria que reaprender a pega, o que poderia levar meu peito a machucar novamente e eu teria que deixar ele com fome, pra ter incentivo de sugar o peito novamente. Aqui em casa isso era fora de cogitação.

Mas tudo o que escutei durante esses dias de batalha foi: dá logo mamadeira para esse menino!

Apenas duas pessoas não me disseram isso: marido e meu pai. De maneira surpreendente meu pai me dizia que Giuseppe precisava do meu leite, isso enquanto eu estava chorando e urrando de dor.

Passado essa fase achei que pararia que ouvir a indicação da mamadeira. Que engano!!

Giuseppe é um bebê que mama bastante. Mas além disso ele fica chupetando muito! Do meu dia eu passo 80% dele com Giuseppe no peito.

Todo mundo que vê ele dispara: nossa que menino grande e gordinho! Mas depois de ficar 1 hora conosco já vai me indicando mamadeira.

Gente que contra senso!!! Acabou de elogiar o rapaz e em seguida indica mamadeira?

Ele está super saudável! Em 26 dias cresceu 8cm e engordou 1.900kg. Uma delicia de carregar, é um bebê consistente! Só com leite materno!

Com isso já passei por dois estágios. O primeiro era de chateação, com esse tanto de leite que tenho me dizer pra dar mamadeira?!?! (se ele diminuir o consumo ele empedra!! Já tive febre por isso depois que passou o caos).

Aí depois entrei na fase de indignação. Das duas uma: ou o povo está por demais doutrinado que não consegue perceber o pecado que é insistir na mamadeira para um bebê que engorda e cresce bem ou realmente temos um problema que pra mim é social, o povo não consegue ver uma criança no peito!

Dias desses dentro da minha casa fui convidada a ir pra outro cômodo da casa porque estava amamentando. Claro que de maneira sutil, mas aquela historia, pra bom entendedor...

Fiquei p* da vida. Só pra constar.

Todos me dizem que ele vai sofrer quando eu voltar a trabalhar. Eu não descartei a mamadeira, mas ainda não decidi como farei. Por enquanto nada de plásticos na boca do Giuseppe.

Bjs!

14 comentários:

  1. voce esta certa querida, diria mais, diria q esta MAIS q certa, queria eu ter tido apoio de pelo menos 2 pessoas, tb sofri na amamentação, mas força, eu sei q vc consegue, e quanto a volta ao trabalho, sele pode tomar no copinho o seu proprio leite, só o tempo dira como será, mas tenho certeza q tudo dara certo! adorei seu blog! Bjs

    http://maecolorida.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. oi Carol

      Estou muito inclinada a não usar mamadeira. O leite será o meu mesmo, vou comprar uma extratora de leite, no meu trabalho consigo deixar refrigerado.
      Eu agradeço a Deus pela apóio que tive, fizeram mesmo a diferença. Bjs!

      Excluir
  2. Dentro da sua casa..que absurdooooo.
    Enquanto vc tem leite ...dê o leite ,ne rsrsrs
    Agora se nao tiver jeito(trabalho) vc parte pra mamadeira.mas tem que ser uma decisao sua...qdo o povo vai entender???...bjo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Nise

      Olha tem que ser muito cristão nessas horas. É complicado.
      Eu vou tirar o leite, pretendo que ele fique só no materno. Espero que consiga! Bjs

      Excluir
  3. Como assim você ter que mudar de cômodo? ?? Oi ?? Tem pessoas que são sem noção mesmo, se o bebê ta bem, ta ganhando peso com o leite do peito, para que mamadeira?! Também passo o dia com a Sofia no peito, e ela é toda gordinha, fortinha, não tem nada de bebê molinho, gostoso de pegar, como você disse. Kkkk Segue seu coração, você saberá o que é melhor para o seu filho. Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mika

      Tem coisas que só Cristo na causa! Terrível
      Eles são deliciosos de carregar! Eu não ligo dele ficar no leite, meu agravante é bambino que precisa de mim, mas ainda vou escrever sobre isso. Vai dar tudo certo!! Bjs

      Excluir
  4. Maíra, eu estou com um RN em casa e nos primeiros dias eu confesso que pensei em complementar. Pois o colostro parecia nao ser suficiente, mas ao contrário do primogênito, eu não comprei mamadeiras dessa vez. E isso me deu forças para persistir. Eu tbm fiquei com medo de machucar os seios igual com o primogênito, mas dessa vez eu estou usando as conchas de amamentação e até agora não machucou nada. Não vivo sem elas!
    Daniel passa o dia grudado tmb, mas desde que o leite desceu ele ficou mais calmo e tem dormido bem melhor! Que os anjos digam amém!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gi

      Parabéns pelo Daniel! Deus abençoe grandemente.
      Com meu primeiro filho eu também usei a concha por 30 dias e não machucou! Não ter o complemento em casa ajuda a não sucumbir.
      Fica firme! Bjs

      Excluir
  5. Que absurdo Maira.
    To chocada com o senso da sua visita. Não ficou com vontade de mandar embora não? Por aqui estamos firmes e fortes com o LM em LD.
    E a pequena já está com quase 5 meses :)
    To até com orgulho de mim haha.
    Mas é muito perrengue gente. Dizem q o castigo de Eva foi a dor do parto né? Eu acho q é a amamentação. Pq o coisa difícil, e com tanto pitaco.
    Meu mais velho mamava de hora em hora e todos diziam pra eu dar mamadeira (e eu já dava). Todo dia era um pitaco diferente.
    Pois com a minha gatinha, o povo manda eu dar comida pra ela, já digo q até 6 meses não tem necessidade e não insisto no assunto.
    Gente chata.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Fê

      Olha, deu vontade sim, mas me contiver hahah
      Que delicia que está conseguindo manter ela só no peito. Aqui TB quero iniciar os alimentos depois do 6 meses e como você escuto um monte. Dizem que não vou conseguir sustentar ele assim, veremos!
      Mas que dá orgulho dá hahaha

      Bjs

      Excluir
  6. Acho linda sua forma de agir e pensar! Vou fazer o mesmo! E seu marido incentivando, que coisa mais fofa! Dá orgulho de ler sobre mulheres fortes =D
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!

      O apoio é muito importante! Nos ajuda a seguir em frente. Você vai conseguir também, tenho certeza.

      Bjs

      Excluir
  7. Théo está com 2 anos e 1 mês, se pergunta se ele quer mamadeira ele fala que não, rsrs.
    Meu marido apoiava muito a amamentação, agora às vezes, fala que tem que desmamar, eu finjo que nem ouvi, rs. Théo nunca tomou leite na mamadeira, copinho, colher nada, quando eu precisei sair sem ele (umas 6x só) até deixei o leite materno, mas ele não bebe se não estiver no peito, mesmo quando fui colocar DIU e ele tinha só 1 mês, ficou umas 5h sem mamar!

    Beijos!
    As aventuras de Enzo e Théo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bruna

      Aqui nem tentei a mamadeira. Vou procurar oferecer no copinho, pois fico longe umas 14hs por dia. Meu retorno será no final de Abril.
      Quero amamentar até 3 anos. Tenho medo dele perder interesse no peito. Espero que se espelhe no Théo :-))

      Bjs

      Excluir

Eu amo seu comentário, e amo responder seu comentário também!!
Por isso optei em moderar, apenas para não deixar nenhum sem resposta.