9 de mai de 2014

O fim da paciência

O ser mais paciente do mundo tem o fim da sua paciência. O limite que define entre a vida e morte daquele que está testando a paciência alheia.

Eu já sei onde as coisas apertam pra mim, sei exatamente quando eu vou explodir: sono. Eis meu calcanhar de Aquiles.

Claro que muitas outras coisas me aproximam da Maira ardida da infância, mas quando estou com sono, só o amor de Deus pai para me suportar.

Aí entra meu desafio: o sono do bambino. Porque vamos combinar que ele não é muito chegado no negócio como desabafei aqui.

Pega o lenço de papel para conter as lágrimas e vem comigo.

Eu sempre fui uma pessoa dorminhoca, sempre. Quando criança ao ir para a escola de manhã minha mãe me trocava dormindo. Pra ir pra praia a única coisa que achava chato era acordar de madrugada. Quando adolescente eu pagava pra dormir, que balada que nada eu queria era cama! Já casada o que apreciava mesmo eram as sonecas no meio da tarde aos finais de semana.

Por isso sofri demais com o sono durante a gestação pois acordava muito cedo e depois do almoço não tinha um mísero sofá no escritório pra dar uma encostadinha.

Pois bem que Deus me enviou  um garotinho que não aprecia o tema. E agora José? Agora rebola!

As coisas estão meio atribuladas. Mas serei justa, melhorou muito do que ele era.

Em Abril mudamos de escola para sanar alguns problemas, nível de felicidade do bambino aumentou consideravelmente, mas meus problemas noturnos? Esses só aumentaram no quesito Edredom.

Na nova escola não tem mais a soneca que era logo após o almoço,  ou seja ele pula praticamente o dia todo.
O horário da minha mãe mudou então bambino não saí mais da escola por volta das 16hs.

Assim é só colocar o rapaz na cadeirinha que ele despenca no sono. Os 50/60 minutos que ele dorme no finzinho da tarde revigora como se fossem 50/60 horas.

Aí a noite o bicho pega. E eu que estou cansada lá pelas 23 e tantas começo a surtar. Afinal as 5 da matina eu estou de pé de novo.

Logo eu que havia superado a fase de me acabar com esses períodos de secas noturnas estou novamente nessa sinuca se bico.

Apenas 5 dias de volta ao trabalho cá estou eu extremamente cansada. Ontem que dormi pouco mais de 4 horas não estava, hoje estou. Dizem que sono não é algo que se tira o atraso ou acúmulo eu realmente acredito que sim.

Já mudamos algumas estratégias, dia que marido tem MBA ou evento a noite ele vai pegar bambino mais cedo para a soneca e acordar antes das 18hs; tentar que ele não durma, mas sem sofrer afinal não quero sacrificar meu garoto. E aquilo que busco há mais de 2 anos: mudar de horário no trabalho ou de emprego né ;)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Eu amo seu comentário, e amo responder seu comentário também!!
Por isso optei em moderar, apenas para não deixar nenhum sem resposta.