25 de out de 2014

Comunhão

Um dia de sábado. Marido em São Paulo para reunião da Associação italiana. Bambino na casa dos meus pais. Eu no meio da tarde passando roupa.

Pouco tempo de sossego, resolvi colocar alguns louvores e fui em um dos meus preferidos: Renascer Praise.

Foi quando, em um louvor que já conhecia bem pois cantamos na igreja, que comecei a sentir a presença do Espírito Santo. Tão bom, tão bom!

Foi aí que percebi o quanto minha vida está corrida. Mas o que tem haver alhos com bugalhos? É na falta de sentido que muitas vezes Deus nos mostra o sentido.

Não que eu não soubesse que minha vida é corrida. Não há na terra pessoa que não me pergunte como eu aguento tal jornada. E sabe que a única resposta que tenho para aguentar é que Deus me sustenta.

Bom sentir o Espírito Santo, melhor ainda saber que essa vida doida que tenho não tem me tirado a sensibilidade de ouvir a voz do Espírito. Mas tem me tirado momentos preciosos de comunhão.

Se pra tudo eu dou um jeito, está na hora de dar um jeito para aumentar meus momentos de comunhão. Pois não vivo sem a chuva do Senhor.


Assim, faz chover Senhor!


2 comentários:

  1. É muito bom sentir a presença do Espiro Santo!!!! E que bom que a tua correria diária não afetou a tua sensibilidade para ouvi-lo e senti-lo!!!! Que o Senhor continue sendo sempre o centro da tua vida e que ele te faça prosperar em todos os teus caminhos!!! Bjos!!!!

    ResponderExcluir
  2. É muito bom. Deus é muito bom!
    Bjs enorme.es!

    ResponderExcluir

Eu amo seu comentário, e amo responder seu comentário também!!
Por isso optei em moderar, apenas para não deixar nenhum sem resposta.