13 de mar de 2014

Da saudade que eu sinto de você

Nada mudou. Eu continuo chegando em casa no mesmo horário. Você continua indo para escola e brincando muito.

Mas a saudade que tenho sentido se você muitas vezes dói.

Meu bambino ainda não consegue ler e apesar de dizer a ele que eu tenho saudade eu não sei se ele ainda tem essa compreensão.

Fato que ele tem preferido ficar mais na minha mãe do que na nossa casa. Alguns fatores: meu pai que como um bom avô faz bem as vontades dele, é uma delícia casa de vó e finalmente o bendito do Discovery Kids.

Eu tenho uma rotina longa e quando chego em casa a noite ele fica eufórico, reflexo de "mãe ausente" muitos dizem.

Apesar de não me considerar ausente eu não duvido que ele sente minha falta e não me incomoda o fato dele extrapolar quando estou em casa. Eu administro bem.

O que não consigo to manage well é ele preferir não ficar comigo. Sei que não é porque ele não me ama, mas meu grudinho não tem sido tão grudinho.

Amo quando ele deita na minha cama e pede colo. Deita em cima de mim e fica escutando meu coração. Amo quando ele fala que o Gianlucca é da mamãe, amo quando ele diz que estou linda.

Meus momentos com meu filho são preciosos e como gostaria de ter mais momentos com ele.

Apesar de optar por continuar no mundo corporativo eu decidi por exercer a maternagem. Mas muitas vezes fico frustada pois queria ser mais presente. No entanto eu procuro manter sempre alta a qualidade do tempo que dedico a ele.

Hoje é um dia dessa frustração. E tento ficar arrumando alternativas pra estar mais presente. O caminho pra isso só Deus sabe, mas creio que na hora certa tudo vai se ajeitar.

Oremos!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Eu amo seu comentário, e amo responder seu comentário também!!
Por isso optei em moderar, apenas para não deixar nenhum sem resposta.